Avançar para o conteúdo principal

Mensagens

A mostrar mensagens de Dezembro, 2009

e-book Receitas para uma Ceia de Natal mais Saudável da APN

"Nesta quadra Natalícia, a APN desenvolveu um e-book onde alia a tradição das Receitas de Natal à Saúde e ao Baixo Custo. O objectivo será mostrar que com simples alterações ou ajustes às receitas originais se conseguem confecções mais saudáveis, conseguindo-se paralelamente um custo inferior ao da receita original, mantendo a tradição do sabor, textura e apresentação. Este conjunto de receitas pretende ajudar a tornar a sua Ceia de Natal mais saudável." Para quem não quer ganhar uns quilinhos a mais com as delícias das noites festivas do Natal e Ano Novo e só seguir as receitas disponibilizadas pela APN no e-book aqui

Selinho que ganhei de prenda de Natal

Este lindo selinho, ganhei da querida amiga virtual Bia do blog "Nutrição e Algo Mais".  Obrigada amiga pela lembranças carinhosa.

Natal e Dieta

"Quando o Natal começa a aproximar, se alguém pensava seguir ou tinha já começado um plano de emagrecimento, é quase certo que, nesta altura, ou desiste, ou suspende aquilo a que se tinha proposto. Esta festa, que se pretende a comemoração do nascimento de Cristo, pouco tem já a ver com tal, tendo-se transformado numa reunião de família, pautada sobretudo pelos excessos consumistas e gastronómicos. Comemorada por crentes e ateus com a mesma intensidade..." Leia mais

A Alimentação dos Portugueses: do isolamento à integração

"Entre os anos sessenta e os anos noventa, passámos de um contexto alimentar, onde para grande parte dos portugueses a subsistência representava a própria substância da vida, para uma situação alimentar idêntica à dos países desenvolvidos. Os intensos movimentos migratórios, que se iniciaram em Portugal, nos anos sessenta, tiveram uma influência muito marcada nas práticas alimentares, o que se relaciona com os seus efeitos em termos sócio-espaciais e culturais, ou seja, com as transferências de população em idade activa, do mundo rural para as cidades e para as periferias urbanas. Durante este período os portugueses integraram-se, de certa forma, nas novas lógicas de consumo alimentar, o que os levou a partilhar alguns dos problemas e dos riscos alimentares, que atravessam as sociedades modernas. Neste artigo mostram-se alguns indicadores estatísticos da mudança do consumo alimentar e das consequências em termos de saúde pública. Parece pois não haver dúvidas sobre o facto de que…

Manual Clínico de Alimentãção e Nutrição Na Assistência a Adultos infectados pelo HIV

"A Nutrição tem alcançado nos últimos anos o reconhecimento mundial por enfatizar a importância da alimentação saudável na promoção da saúde das populações. Ela vem fornecer subsídios para o planejamento estratégico da alimentação e a utilização adequada do alimento como promotor da saúde, reduzindo o risco de agravos e buscando a melhoria do estado nutricional. Alimentar-se bem e de forma constante é um direito humano. Quando a pessoa vivendo com HIV e aids (PVHA) procura um serviço especializado, é importante considerar a possibilidade dela não compreender a relação da alimentação/nutrição/imunidade/saúde. Esta procura, pode representar um momento oportuno para se enfatizar os cuidados com a sua saúde e com isso alcançar a eficácia desejada,favorecendo a adesão ao seu tratamento. O sofrimento gerado pelo impacto de se perceber portador de uma doença crônica que ainda não tem cura pode, paradoxalmente, contribuir para que a pessoa encare os diversos aspectos da vida positivamente,…

Motivos para ir ao nutricionista

Você integra o grupo de pessoas que acredita que o nutricionista só ajuda quem precisa emagrecer? Então chegou a hora de mudar de opinião. Os benefícios de uma alimentação adequada para o organismo são tantos que agora até mesmo os seguros de saúde são obrigados a oferecer ao menos um nutricionista em seu quadro de profissionais. Aproximadamente 80% das doenças cardíacas, acidentes vasculares cerebrais (AVCs), diabetes tipo II e 40% dos cânceres poderiam ser evitados a partir de uma dieta saudável, defende o Ministério da Saúde. Além de eliminar os quilos extras, listamos sete motivos para você visitar um especialista.
1. De olho na saúde Um prato de comida balanceado, rico em nutrientes, com uma variação de carboidratos, proteínas e minerais, é capaz de diminuir o risco de infartos, de doenças crônicas, como a diabetes e hipertensão, e até proteger contra o câncer. “O nutricionista atua diretamente com a medicina preventiva através da alimentação. Se as pessoas tivessem o hábito e a pr…

"Cirurgia no cérebro promete acabar com compulsão por comida"

"O método, que já é usado com sucesso contra várias doenças, está sendo experimentado em obesos, nos EUA.
Uma boa notícia para quem tem compulsão por comida e não consegue emagrecer. Uma nova cirurgia no cérebro é a esperança para acabar de vez com esse problema. O método, que já é usado com sucesso contra várias doenças, está sendo experimentado em obesos, nos Estados Unidos."
Leia a reportagem na integra com o neurocirurgião Paulo Niemeyer

Segurança Alimentar

"A Segurança Alimentar é uma questão de Saúde Pública que existe e tem evoluído desde o aparecimento do Homem na Terra, sob as mais diversas perspectivas.
Ao longo da sua evolução, o Homem teve que aprender a sobreviver. Essa sobrevivência implicou a ingestão de alimentos e consequente aprendizagem acerca dos comportamentos alimentares que poderiam conduzir à doença e/ou morte do ser humano.
Numa fase primordial da sua alimentação, o Homem terá tido que aprender quais os vegetais e animais que seriam comestíveis, por tentativa-erro.
Várias foram as descobertas que os nossos antepassados fizeram que revolucionaram os hábitos alimentares. Exemplos disso são a descoberta de como fazer fogo – o que conduziu a que se confeccionassem os alimentos; a descoberta gradual de formas de preservação dos alimentos; o aparecimento da Agricultura – o cultivo de cereais; a domesticação de animais; a Época dos Descobrimentos e consequentes trocas de plantas e animais entre os diferentes Continentes …

Saúde Pública: um paradigma crescente

Saúde Pública:

"A moderna Saúde Pública emergiu como uma acção social para controlar as doenças transmissíveis durante a Revolução Industrial. No início do século XIX, as pessoas acumulavam-se nos subúrbios urbanos, à volta dos complexos industriais. A subnutrição, a sobrepopulação, a falta de higiene e trabalho excessivo que caracterizavam a vida dos primeiros trabalhadores industriais e das suas famílias, induziam à ocorrência de doenças.
O relatório de CHADWICK em 1850 realizado em Inglaterra (que concluiu que “…quanto mais pobre mais doente, quanto mais doente mais pobre.”) e de SHATTUCK realizado nos EUA, fizeram desenvolver uma reforma social e sanitária que constituiu a Saúde Pública de então.
Os avanços científicos, principalmente ao nível da microbiologia, na última fase do século XIX e início do século XX, criaram uma nova dimensão no campo da Saúde Pública. O potencial da acção organizada contra as doenças transmissíveis em conjunto com o aumento de conhecimentos condu…

"The Healthy Eating Pyramid"

Conheça a "Healthy Eating Pyramid" (Pirâmede Alimentar Saudável ), construída pelo corpo docente do Departamento de Nutrição da Harvard School of Public Health.

Texto em inglês aqui

Higiene e Segurança Alimentar na Restauração - Vol ll - Avançado

"Este livro encontra-se organizado em seis secções:
i) Doenças associadas a Alimentos;
ii) Conservação de Alimentos na Restauração;
iii) Análise de Perigo (HACCP);
iv) Legislação;
v) Controlo de pragas;
vi) Instalações."

Higiene e Segurança na Restauração Vol ll - Avançado
Autores: Paulo Baptista e Mário Linhares
Ótima fonte de consulta e estudo para estudantes e profissionais da área.
Material em pdf, 138 páginas.
Download aqui

Higiene e Segurança Alimentar na Restauração - Vol l - Iniciação

"A grande maioria dos alimentos são excelentes meios pra o desenvolvimento de microrganismos, e dependendo do tipo de microrganismos presentes, da multiplicação microbiana pode resultar a contaminação dos alimentos." ...

Livro: Higiene e Segurança na Restauração Vol l - Iniciação
Autores: Paulo Baptista e Mário Linhares
Material em pdf, 127 páginas.
Ótima fonte de consulta e estudo para os estudantes e profissionais da área.
Download aqui

Sumos naturais

Depois de eventuais excessos nas refeições, os sumos naturais podem ser um importante aliado para quem quer desintoxicar o organismo e ganhar mais disposição. A saúde dos intestinos tem profunda relação com a pele, o humor, a disposição e também com o controlo de peso. Veja alguns sumos e o benefício de cada um:

Sumo de maçã: os poderes anti-oxidantes da maçã fazem deste sumo um dos mais saudáveis. Isso quer dizer que a fruta ajuda a combater radicais livres, responsáveis pelo envelhecimento e pela desregulação do organismo. Se quiser “turbinar” o suco, misture cenoura, beterraba ou aipo.

Sumo de uva: também um poderoso anti-oxidante, com a vantagem de que ajuda a reduzir o colesterol e melhorar a circulação sanguínea.

Sumo de melancia: um ótimo diurético. Se misturado com morango, o suco também ajuda na boa circulação do sangue.

Sumo de abacaxi: um santo remédio para má digestão, porque concentra uma grande quantidade de enzimas. Assim como os sumos de figo e gengibre, o de abacaxi ajuda…

Estudo suporta recomendações de lacticínios para perda de peso

De acordo com um novo estudo Norte-Americano, a restrição de lacticínios durante um programa de perda de peso pode ser incorrecta. Os investigadores da University of Tennessee verificaram que as doses recomendadas de lacticínios podem ser usadas durante a manutenção do peso sem contribuir para o ganho ponderal, comparativamente a dietas com restrição destes alimentos.
O estudo contribui para o debate actual acerca do potencial papel do leite e derivados no controlo do peso. Os investigadores recrutaram 244 indivíduos com excesso de peso e obesidade com uma média de idades de 40.3 anos e atribuíram-lhes um regime de perda e subsequente controlo de peso com uma ingestão diária recomendada de 3 porções de lacticínios como leite, iogurte ou queijo (grupo dos lacticínios) ou com uma ingestão diária de 1 ou menos porções por dia (grupo controlo).
Durante a parte de controlo de peso do estudo, os investigadores não verificaram quaisquer diferenças significativas entre os grupos em termos de…

Revista eletrónica The Lancet libera artigos de nutrição para download

Os artigos da Lancet podem ser vistos e baixados aqui

Bancos Alimentares, o que são?

Os Bancos Alimentares Contra a Fome são...
Uma resposta necessária mas provisória porque "toda a pessoa tem direito a um nível de vida suficiente que lhe assegure e à sua família a saúde e o bem-estar, principalmente quanto à alimentação, ao vestuário, ao alojamento, à assistência médica e ainda aos serviços sociais necessários" (Excerto do artigo 25º da Declaração Universal dos Direitos do Homem)

Uma vocação
Os Bancos Alimentares são Instituições Particulares de Solidariedade Social que lutam contra o desperdício de produtos alimentares encaminhando-os para distribuição gratuita às pessoas carenciadas.

Uma ética
A acção dos Bancos Alimentares assenta na gratuidade, na dádiva, na partilha, no voluntariado e no mecenato.

Um compromisso
Os Bancos Alimentares em actividade recolhem e distribuem várias dezenas de milhares de toneladas de produtos e apoiam ao longo de todo o ano a acção de mais de 1.400 instituições em Portugal. Por sua vez, estas distribuem refeições confe…