Avançar para o conteúdo principal

Fome no mundo aumenta

O Secretário-Geral da ONU, Ban Ki-Moon recordou uma recente intervenção na sede das Nações Unidas que nenhum país africano estará em condições de alcançar os Objectivos do Milénio em 2015, data que a Declaração do Milénio afiançava em 2000 para que estes fossem cumpridos.
Existem duas razões principais para que este compromisso tão solene como urgente fique longe de poder vir a ser realizado. Por um lado, o aumento dos preços dos alimentos e dos combustíveis registado nos últimos anos, afectou de modo muito significativo os países menos desenvolvidos, nomeadamente os africanos. Em resultado disso, o número de pessoas com fome no mundo aumentou de 850 para 925 milhões em 2007, tendo o Programa Alimentar Mundial (PAM) sido obrigado a rever o seu apelo, elevando-o de 1,9 mil milhões de dólares para 2,6 mil milhões de dólares.
Por outro lado, a ajuda internacional está longe de cumprir o tantas vezes prometido. Em 2005, por exemplo, os países do G8 comprometeram-se a duplicar a sua ajuda ao desenvolvimento a África, coisa que não aconteceu. Segundo o Secretário-Geral da ONU, serão precisos 72 mil milhões de dólares por ano para que o Continente Africano consiga alcançar aqueles objectivos.
Face à inércia dos países mais ricos em canalizar as verbas necessárias para o efeito, todos os esforços para minimizar este esforço financeiro são cada vez mais importantes. É neste contexto que a AMI se associa ao Grupo Ibersol para uma campanha de recolha de donativos para o Programa Alimentar das Nações Unidas.
Com o lema "para salvar crianças com fome junte-se a nós e à AMI" esta iniciativa visa recolher os fundos necessários para garantir 800 000 refeições que correspondem a alimentar mais de 2000 crianças num ano e salvar as suas vidas. Para potenciar o sucesso desta campanha e mobilizar os portugueses neste movimento, sempre que os clientes fizerem a sua doação num dos 225 restaurantes do conjunto de marcas Pizza Hut, KFC, Burger King, Pans & Company, Pasta Caffé e Ò ´Kilo, o Grupo Ibersol vai mais longe e faz um donativo de 20 cêntimos à AMI.
Com esta iniciativa a Ibersol espera entregar num mês, cerca de cento e sessenta mil euros à AMI. A AMI canalizará o montante que lhe seja entregue, proveniente das doações realizadas pelos clientes e pelo grupo Ibersol, para projectos de Nutrição em S. Tomé e Príncipe.