Avançar para o conteúdo principal

Mensagens

A mostrar mensagens de Abril, 2010

Erros Inatos do Metabolismo (EIM)

Muitas doenças ligadas aos Erros Inatos do Metabolismo (EIM) possuem como parte do tratamento a  intervenção nutricional, por isso posto aqui o presente estudo para conhecimento e esclareciemento sobre essas doenças de origem genética. "Os Erros Inatos do Metabolismo (EIM), não são tão raros - a incidência acumulativa é de aproximadamente 1:5.000. Quando um médico deixa de reconhecer um EIM pode ser devastador tanto para criança afetada, quanto para os pais; porém se diagnosticado e iniciado o tratamento precocemente, muitas vezes o desenvolvimento normal da criança pode ser assegurado. Pacientes que apresentem quadros clínicos de difícil explicação pela fisiopatologia das doenças mais comuns, deve-se aventar a possibilidade de um EIM, e esforços devem ser realizados para que o diagnóstico seja definido e o tramento iniciado o mais precocemente possível."...
Estudo monográfico Leia mais sobre o tratamento aqui

Doe palavras!

Este é mesmo um projeto sensacional e por isso estou divulgando-o aqui. Conheçam e se puderem participem. É algo muito bonito e solidário. O Hospital Mário Penna em Belo Horizonte que cuida de doentes de câncer, lançou um projeto sensacional que se chama "DOE PALAVRAS". Fácil, rápido e todos podem doar um pouquinho. Você acessa o site http://www.doepalavras.com.br/, escreve uma mensagem de otimismo, curta (como twitter) e sua mensagem aparece no telão para os pacientes que estão fazendo o tratamento. É muito linda a reação de esperança dos pacientes. Participem, não apenas hoje, mas, todos os dias, dêem um pouquinho das suas palavras e de seus pensamentos.

Obstipação

O que é a obstipação?

A obstipação é uma patologia que se manifesta pela diminuição da frequência da defecação caracterizada pela passagem de fezes secas e duras.
Com base na duração da sintomatologia, a obstipação classifica-se como crónica (quando o ritmo evacuatório se mantém constante há pelo menos 2 anos) ou aguda (quando ocorre pontualmente).
O padrão do trânsito gastrointestinal é variável. Não são usuais menos de 2 dejecções por semana ou mais de 3 por dia.
Sintomas associados
• Enjoo e náuseas
• Desconforto e distensão abdominal
• Eventual aparecimento de sangue não misturado com as fezes

Principais causas.

1. Alterações da motilidade:
• Maus hábitos alimentares (ingestão reduzida de legumes, frutas, fluidos e fibras e/ou ingestão excessiva de alimentos que endurecem as fezes como o queijo e o chocolate, por exemplo).
• Inactividade física
• Abuso de laxantes
• Mudança de ambiente, viagens, etc.
• Gravidez
• Administração prolongada de medicamentos obstipantes: analgésicos o…

O que é Slow Food?

O Slow Food é uma associação internacional sem fins lucrativos mantida por seus associados. Foi fundada em 1989 como resposta aos efeitos padronizantes do fast food; ao ritmo frenético da vida atual; ao desaparecimento das tradições culinárias regionais; ao decrescente interesse das pessoas na sua alimentação, na procedência e sabor dos alimentos e em como nossa escolha alimentar pode afetar o mundo. Hoje, com mais de 100.000 membros em todo o mundo, estamos fomentando uma nova lógica de produção alimentar, desenvolvendo programas de educação alimentar a favor da biodiversidade. Conheça melhor a associação e as diversas atividades que desenvolvem  aqui e O Manual

Questionário de Frequência Alimentar

Esse Questionário de Frequência Alimentar realizado pela Universidade do Porto - UP informa o valor do consumo diário, ou seja, o  total das calorias ingeridas por dia (Kcal), basta para isso lê as instruções com atenção e preenche-lo corretamente, sendo verdadeiro nas respostas fornecidas as diversas questões.
Para fazê-lo acesse a http://higiene.med.up.pt/freq.php

Pão integral

Trata-se de uma variedade de pão, consumido, segundo alguns autores, desde a era pré-histórica. Nessa altura, por ausência de técnicas de refinação, este tipo pão era produzido através de grãos de cereais triturados, embebidos em água ou leite, que dava origem a uma massa que posteriormente era seca ao ar e depois cozida em pedras quentes, originando o pão como produto final. Embora possa ser constituído por farinhas oriundas de outros cereais, como o centeio ou milho, usualmente o pão integral é produzido tendo por base a farinha do grão de trigo. O grão de qualquer cereal possui na sua estrutura diferentes constituintes, nomeadamente o pericarpo, a componente mais externa do grão; o gérmen, a camada intermédia do grão e por fim o endosperma, a sua estrutura mais interna. Na produção deste tipo de pão (integral), a farinha utilizada resulta da moagem de todo o grão. Por isso, estas três estruturas do grão, todas elas com composições nutricionais diferentes, vão estar presentes no prod…

"O Programa Saúde da Família: contribuições para uma reflexão sobre a inserção do nutricionista"

Esse artigo é uma reflexão sobre a importância da participação do profissional nutricionista nas equipes multidisciplinares de saúde e em particular no Programa Saúde da Família no Brasil. Conheço pessoalmente as autoras e parabenizo-as pelo excelente trabalho que desenvolvem na área da nutrição/saúde.
Segue resumo e link do artigo. "O Brasil experimenta hoje a implementação de um modelo diferenciado para prover atenção básica à saúde, orientado por uma ação multidisciplinar na direção de uma intervenção voltada para a promoção da saúde da população e consubstanciada no Programa Saúde da Família. O objetivo de promover a saúde, especialmente no Brasil, não será alcançado sem que ações efetivas na área da vigilância e da assistência alimentar e nutricional sejam implementadas de forma articulada a um sistema de vigilância à saúde. Assim, este trabalho traz à luz algumas reflexões sobre a transição epidemiológica vivenciada no país e situa a problemática alimentar e nutricional nesse…

Métodos de Diagnóstico da Obesidade - II

Índice de Massa Corporal - IMC O Índice de Massa Corporal (IMC) ou Índice de Quetelet foi estabelecido por Quetelet, em 1969, e é um método analítico, não laboratorial, que permite a avaliação da composição corporal de uma forma indirecta. O IMC expressa a relação entre o Peso (massa corporal) e a Altura de um indivíduo e traduz-se pelo quociente entre a massa corporal em quilos e o quadrado da altura em metros, [IMC = Peso (kg) / Altura (m2)], e tem sido usado frequentemente para estimar o peso ideal ou a obesidade. O IMC é não só um indicador que permite avaliar se um indivíduo tem ou não excesso de peso e é também um preditor da gordura corporal. A OMS, em 2000, estandardizou a classificação do excesso de peso e da Obesidade baseada no IMC, para adultos de ambos os sexos. Após alguma controvérsia, devida sobretudo aos IMC apresentados pela população dos EUA, que são geralmente mais elevados, a OMS acordou que um IMC normal se situaria entre os 18,5 e os 24,9 kg/m2. No quadro seguinte…

Métodos de diagnóstico da Obesidade - I

O excesso de peso corporal pode ser estimado por diferentes métodos ou técnicas. Esses métodos são, na sua generalidade, complexos e dispendiosos: hidrodensiometria, diluição de isótopos, bioimpedância, tomografia axial computorizada, ressonância magnética nuclear, entre outros. As medidas antropométricas, devido à sua simplicidade de obtenção, baixo custo e correlação com a gordura corporal, como a altura, o peso relativo, a massa muscular, estrutura óssea, o perímetro da cintura relacionado com o perímetro da anca ou do peito, o padrão de distribuição da gordura subcutânea, as pregas adiposas e os vários índices que relacionam o peso e a altura são algumas dessas medidas que podem relacionar-se com o risco de desenvolvimento de desordens metabólicas e de doenças várias. Composição Corporal O interesse pelo estudo da Composição Corporal tem mais de um século e as primeiras pesquisas foram realizadas em animais. A composição corporal como campo de investigação tem-se desenvolvido, nas ú…

Registo Nacional de Controlo do Peso

"O Registo Nacional de Controlo do Peso é um registo nacional voluntário de pessoas com sucesso na redução estável do peso. Irá permitir identificar indivíduos adultos com sucesso na redução e manutenção do peso a longo prazo, caracterizar os métodos associados à perda de peso bem sucedida e, simultaneamente, descrever as estratégias de manutenção do peso adoptadas. A informação deste registo integra-se nos objectivos do Observatório Nacional de Obesidade e Controlo do Peso, liderado pela Sociedade Portuguesa para o Estudo da Obesidade. Está enquadrado por uma parceria entre a Faculdade de Motricidade Humana e a Direcção Geral da Saúde - Plataforma Contra a Obesidade para iniciativas no âmbito da prevenção da obesidade. O estudo decorre no Laboratório de Exercício e Saúde da Faculdade de Motricidade Humana (LabES-FMH), Universidade Técnica de Lisboa. Esta unidade de investigação tem larga experiência na avaliação e prescrição de actividade física e exercício, na avaliação da compos…

Infografia: processo de elaboração do azeite de oliva

Pode assistir e também baixar para o seu computador a infografia do processo de elaboração do azeite de oliva, bem como outras ligadas aos alimentos que são muito educativas e podem interessar-lhe. Infografia em espanhol

Artigo sobre a Doença Celíaca (DC)

Para um maior conhecimento sobre a Doença Celíaca posto um artigo científico.
Artigo em pdf

Doença Celíaca (DC)

Em que consiste a doença celíaca (DC)?

A DC tem uma base auto-imune, ou seja, a ingestão do glúten leva o organismo a desenvolver uma reacção imunológica contra o próprio intestino delgado, provocando lesões na mucosa intestinal. Estas lesões traduzem-se no achatamento das vilosidades intestinais e na diminuição da sua capacidade de absorção dos nutrientes. Actualmente, a doença celíaca não tem cura conhecida, pelo que a introdução do glúten na alimentação determinará, mais cedo ou mais tarde, o reaparecimento de alguns sintomas. Deve portanto acentuar-se que, uma vez estabelecido, com segurança, o diagnóstico, o único controlo para a DC será uma dieta que terá de ser cumprida durante toda a vida. O que ainda não está perfeitamente esclarecido é a razão pela qual só algumas pessoas são intolerantes ao glúten e desenvolvem a doença. Actualmente, é consensual que existe uma predisposição genética para a DC. Caso exista um celíaco na família, os familiares devem fazer o rastreio da DC. Em Po…

"Novos Compostos Dietéticos com Propriedades Anti-Carcinogênicas"

O artigo é uma "revisão que teve como objetivo descrever e analisar a importância de compostos alimentares com propriedades anticarcinogênicas. Minerais, como o selênio e o cálcio, e compostos presentes em chás (catequinas), cítricos (terpenos), no caqui, no leite, em peixes, em uvas e vinhos (fenólicos), na soja e derivados (isoflavonóides) apresentam comprovados efeitos anticarcinogênicos in vitro e in vivo, constituindo promissores alimentos funcionais para a prevenção do câncer."
Artigo na íntegra em pdf

ALIMENTAÇÃO DA CRIANÇA DIABÉTICA

Alimentação da criança diabética: como fazer a comida passar de um problema a um prazer? A descoberta do diabetes da criança ou do adolescente altera os hábitos alimentares de toda a família. Uma maior facilidade ou uma maior dificuldade para seguir a nova dieta e adaptar-se ao novo estilo de vida envolve vários fatores... Há famílias que comem refeições bem definidas, há quem cozinhe, o carrinho de supermercado não é um suprimento de guloseimas, não há latas de sorvetes no freezer, nem bomboniere lotada de chocolates enfeitando a sala, não é permitido almoçar ou jantar assistindo TV ou na frente do computador. Nestes lares, a comida nunca será um problema, não haverá a comida de uns e a de outros. Todos comerão com variedade e respeito às regras da boa alimentação, sem que isso seja um carma ou um código de regras impossível de ser seguido. Com as novas insulinas e os novos esquemas de insulinização, a dose e os horários das insulinas dependem dos horários das refeições e do tipo de al…

Bactérias patogênicas em alimentos

Os microorganismos, especificamente as bactérias, são a principal causa de doenças causadas pelo consumo de alimentos contaminados.O artigo fala sobre como evitá-los, suas conseqüências sanitárias e socioeconômicos. Com esta análise se obtém o perfil das dez bactérias transmitidas por alimentos mais relevantes para a saúde humana, tanto por sua alta incidência com por suas conseqüências devastadoras no organismo, tais como Bacillus cereus e Campylobacter jejuni, que às vezes são como a Listeria monocytogenes e Salmonella sp.
Artigo na íntegra em espanhol

IX Congresso de Nutrição e Alimentação

IX Congresso de Nutrição e Alimentação Consulte toda a informação referente ao IX Congresso de Nutrição e Alimentação 2010. Dias 20 e 21 de Maio no Centro de Congressos de Lisboa Consulte : http://congresso.apn.org.pt/
Fonte: APN

Dia Mundia da Saúde

O Dia Mundial da Saúde foi criado em 7 de abril de 1948, pela Organização Mundial de Saúde – OMS, fundamentado no direito do cidadão à saúde e na obrigação do Estado na promoção da saúde. O objectivo do dia Mundial da Saúde, é fazer com que o mundo volte os olhos à uma área tão carenciada, nos mais diversos países. …”A percepção de saúde varia muito entre as diferentes culturas, assim quanto as crenças sobre o que traz ou retira a saúde. A OMS define ainda a Engenharia sanitária como sendo um conjunto de tecnologias que promovem o bem-estar físico, mental e social. Sabe-se que sem o saneamento básico (sistemas de água, de esgotos sanitários e de limpeza urbana) a saúde pública fica completamente prejudicada. A OMS reconhece ainda que a cada unidade monetária (dólar, euro, cruzado, etc.) dispendida em saneamento economiza-se cerca de quatro a cinco unidades em sistemas de saúde (postos, hospitais, tratamentos,etc.) e que cerca de 80% das doenças mundiais são causadas por falta de água p…

Avaliação e recomendações nutricionais específicas para a gestante e puérpera gemelar

Essa revisão da literatura é esclarecedora na questão da avaliação e recomendações nutricionais específicas para a gestante e puérpuera gemelar. Posto aqui o resumo e o link. "Objetivo: Atualizar e adequar os conhecimentos nutricionais sobre a gestante e puérpera gemelar para favorecer o cuidado prestado a esta clientela, a fim de melhorar sua sobrevida com qualidade, assim como, avaliar a conduta usada na Instituição e hospitais de referência, frente os conhecimentos adquiridos pela literatura específica. Métodos: Esta revisão de literatura se deu por meio de pesquisa de documentos e publicações científicas em sites eletrônicos (SciELO, Pubmed, SibI, Medline, Lilacs), datadas de 1964 a 2006, e contato direto via e-mail com alguns autores. Resultados: Em estudos selecionados, as gestantes gemelares apresentavam idade > 27 anos, sendo divididas em três períodos gestacionais (< 20a; 20 a 28a e > 28a semana). O programa nutricional recomenda: ingestão de 3.000 a 4.000 cals/d…

A calma que a nutrição traz!

Atualmente, convivemos com pessoal que apresentam diversos níveis de stress.
Talvez, elas tenham motivos para ficarem assim e um deles pode ser a má alimentação.
Quando o organismo não está bem, ele libera milhares de reações que afetam diretamente o cérebro. Então, tudo fica mais complicado e até mesmo tarefas simples do dia a dia começam a dar  nervos.
 Existem alimentos que ajudam a deixar o corpo e a mente calmos.
A alimentação colabora quando o organismo produz a serotonina, uma substância reconhecida cientificamente como uma das responsáveis pelo sentimento de bem-estar.
A serotonina é um neurotransmissor que atua de forma eficiente no sistema nervoso central, ajudando a equilibrar os níveis de stress e agitação. 
MANTENHA A CALMA
Dentre as substâncias com propriedades relaxantes,  destaca-se a biotina.
Ela é uma vitamina hidrossolúvel que faz parte do complexo B, bastante estável aos processos de cozimento e industrialização alimentar, porém, suscetível à oxidação.
Este nutriente (encon…

Esteatose Hepática

Um dos nomes para esteatose hepática em inglês é "fatty liver", que significa fígado gorduroso. E é exatamente disso que se trata a esteatose. Nosso fígado possui normalmente pequenas quantidades de gordura, porém, quando esta ultrapassa 10% do peso hepático, estamos diante de um quadro de esteatose. A ilustração acima mostra as diferenças entre um fígado saudável e um esteatótico. Repare no tamanho e na coloração amarelada do fígado gorduroso. Nos quadradinhos que apresentam a imagem de biópsias, pode-se notar a presença de gordura (bolinhas brancas) nos meio do tecido hepático. Uma esteatose hepática leve normalmente não causa sintomas ou complicações. Porém, quanto maior e mais prolongado for o acúmulo de gordura, maiores os riscos de lesão hepática. Quando há gordura em excesso e por muito tempo, as células do fígados podem sofrer danos, ficando inflamadas. Este quadro é chamado de esteato-hepatite ou hepatite gordurosa. Se não tratado, pode evoluir para cirrose. Portanto, a…