Avançar para o conteúdo principal

Nanotecnologia e Alimentação

A nanotecnologia é a capacidade potencial de criar coisas a partir do mais pequeno, usando as técnicas e ferramentas que estam a ser desenvolvidas para colocar cada átomo e cada molécula no lugar desejado. Quando conseguirmos este sistema de engenheria molecular, o resultado será uma nova revolução industrial. Além das importantes consequências económicas, sociais, ambientais e militares que a aplicação dessa nova tecnologia motivará.
A nanotecnologia está associada a diversas áreas (como a medicina, eletrônica, ciência da computação, física, química, biologia e engenharia dos materiais) de pesquisa e produção na escala nano (escala atômica). O princípio básico da nanotecnologia é a construção de estruturas e novos materiais a partir dos átomos (os tijolos básicos da natureza).
Nanotecnologia na Alimentação
As nanopartículas podem detectar bactérias, estender a durabilidade de frutos do mar e adicionar benefícios aos alimentos ou melhorar-lhes o sabor, informa a Discovery.
Ainda que a nanotecnologia não envolva manipulação genética, muitas empresas mantêm em segredo os trabalhos que têm feito. Enquanto essa attitude mantém concorrentes longe, também pode dificultar a gestão dos riscos pelas agências reguladoras e a criação de leis para essas tecnologias emergentes.
Não obstante, a nanotecnologia proporciona alguns benefícios potenciais para a qualidade e segurança dos alimentos.
1. Sensor de contaminação: acende uma lâmpada ao revelar a presença da bactéria E.coli.
2. Embalagem antimicrobiana: filmes comestíveis feitos de óleo de canela ou de orégano, ou nano partículas de zinco, cálcio ou outros materiais bactericidas.
3. Melhoras no estoque de alimentos: barreiras nano-reforçadas mantêm alimentos sensíveis a oxigênio frescos por mais tempo.
4. Potencialização de nutrientes: O nano-encapsulamento melhora a solubilidade de vitaminas, antioxidantes, óleos ômega e outros ‘nutracêuticos’.
5. Embalagens ecológicas: nano-fibras feitas de carapaças de lagostas ou de milho orgânicosão ao mesmo tempo antimicrobianas e biodegradáveis.
6. Redução do uso de pesticidas: uma cobertura saturada com nano-fibras libera pesticidas lentamente, eliminando a necessidade de aplicações-extra e reduzindo o vazamento de químicos nas fontes de água.
7. Rastreamento, localização e proteão da marca: nano-códigos de barra podem ser criados para identificar produtos individualmente e rastrear defeitos.
8. Textura: a duração e estabilidade dos alimentos podem ser aumentadas por nano-cristais e lipídios para melhores alimentos de baixo teor de gordura.
9. Sabor: engane o paladar com bloqueadores de amargor ou ampliadores de doce ou sal.
10. Identificação e eliminação de bactérias: nano-partículas de carboidratos ligam-se às bactérias para que sejam detectadas e eliminadas.
            Wikipédia

Comentários