Avançar para o conteúdo principal

Alimentos podem limpar o fígado dos exageros de bebida e comida


Nutricionistas brasileiros do Hospital das clínicas de São Paulo sugerem nutrientes e combinações para ajudar a limpar o fígado

A orientação dos especialistas é diminuir a ingestão de carboidrato, principalmente na forma de carboidrato simples, como o açúcar, os doces. É indicado também reduzir a ingestão de gordura, e reforçar a ingestão do cálcio encontrado no leite e derivados.
Alguns nutrientes não podem faltar na dieta porque tem a função de limpar o fígado, eles agem como se fossem faxineiros do organismo. Um deles é o enxofre, presente principalmente nos vegetais escuros como couve, brócolis e agrião. O sumo verde, que contém agrião e couve, pode ser tomado duas vezes ao dia.
Aminoácidos como a leucina, encontrado nas carnes magras e castanha do Pará,
E a cisteína da lentilha, do feijão branco e do grão de bico também fortalecem as enzimas limpadoras e ajudam a regenerar o fígado.
“Consumir as frutas que tem potencial antiinflamatório e alimentos de coloração arroxeada, como repolho roxo ou a beterraba também ajudam o fígado mais limpo”, diz Silvia Ferolla, especialista em  nutrição.
Alimentos que tem alcalóides como a rúcula, almeirão, mostarda e agrião são desintoxicastes. A substância também está nos chás: chapéu de couro, carqueja e boldo. Acrescente ao chá, canela que acelera o metabolismo e reduz o açúcar no sangue, um cardápio bem vindo para quem exagerar na alimentação.
Exemplo de cardápio para limpar o organismo:
Pequeno almoço:
- sumo de limão com couve - meia folha de couve pra 1 copo de sumo de limão. O limão é apenas o veículo pra couve. Por ser verde escura, a couve tem vitamina B6, magnésio e ácido fólico, elementos que agem como regeneradores hepáticos.
- pão sem miolo - o fígado é o responsável pelo metabolismo mecânico. Quanto mais carboidrato a pessoa ingerir, mais trabalho o fígado vai ter. Quando o órgão está adoecido, ele fica mais fraco. Portanto, a ingestão de carboidratos cansa o fígado e acaba prejudicando-o.
- queijo branco -  o queijo branco sustenta bem a vontade do salgado. Poderia, também, ser uma geléia sem açúcar. O recomendável é não colocar manteiga ou margarina, que têm muita gordura e acabam por prejudicar o fígado.
- chá - de chapeu de couro com casca de mãça e canela, ou chá verde, ou chá de maçã. A canela é remédio para diminuir a insulina. A maçã, além de anti oxidante, suavisa o sabor.
Lanche:
castanhas ou frutas - 4 castanhas ou 6 amêndoas - são fontes dos ômegas 3 e 6, que são importantes para fortalecer o sistema imunológico e servem como ati inflamatório. As frutas são sempre boas opções de lanche. O ácido presente na maçã, por exemplo, é um composto anti inflamatório. O suco da maçã é regenerativo.
Almoço:
salada com folhas escuras - repolho, almeirão , brócolis, agrião, rúcula, alface , mostarda, couve e espinafre são alimentos que tem enxofre. Esses alimentos possuem substâncias que vão limpar as vias do corpo. O fígado produz uma enzima que limpa o corpo, mas ele só a produz quando o corpo ingere enxofre (couve flor, brocolis, couve, couve de bruxelas são bons exemplos). Feijão branco ou lenetilha ou grão de bico - estes alimentos possuem colina. O elemento ajdua na limpeza do fígado. Possuem, também, taurina. A substância é destoxificante. Ela varre as toxinas.
- carne branca ou peixe - a sardinha é uma fonte de ômega 3. Sibstituir a carne vermelha por carnes brancas ou peixe é uma boa ideia porque o fígado tem muito trabalho na digestão das carnes vermelhas. O processo de metabolização da carne branca é mais leve, exige menos esforço do órgão.
Lanche da tade:
chá e biscoito integral - maçã com canela, chá verde. Não são recomendados chás muito misturados, ou chás que incentivam o funcionamento do intestino ou, ainda, para perder peso.
Jantar:
- o jantar pode ser uma repetição do que foi ingerido pela manhã. Sandes com pasta magra (de ricota, por exemplo). A sandes pode ser feita com pão sírio. Ele é mais leve que o pão de sal. Leva menos farinha e, portanto, tem menos carboidrato, sendo conveniente para o fígado.  Outra opção pode serr uma sopa de lentilha, de grão de bico, de cenoura ou, ainda, de espinafre ou couve.
Fonte: Jornal Hoje
CiênciaHoje
Obs.: Informações e orientações gerais. Para um melhor diagnóstico e plano alimentar personalizado procure um especialista em Saúde/Nutrição.