Avançar para o conteúdo principal

Benefícios da Canela em Casos de Diabetes

De acordo com um estudo efectuado no Imperial College de Londres, a toma diária de duas gramas de canela durante 12 semanas poderá melhorar os valores da pressão sanguínea e os níveis de açúcar no sangue em pessoas com diabetes do tipo 2. Este tratou-se de um estudo randomizado, com controlo por placebo e os resultados obtidos no mesmo revelaram que a canela poderá ser considerada um interessante suplemento e até uma possível alternativa à medicação tradicionalmente utilizada em casos de diabetes.
Prevê-se que o número estimado de pessoas afectadas por diabetes na Europa dos 25 aumente dos 19 milhões actuais para cerca dos 26 milhões em 2030, ou seja, 4 por cento da população total europeia será afectada por esta doença. Perante este cenário, qualquer tentativa para reduzir o risco de diabetes será claramente interessante.
Nos E.U.A., as estatísticas tornam-se ainda mais assustadoras, pois 25 milhões de pessoas vivem com a diabetes, o equivalente a 8% da população.
A sustentabilidade e durabilidade do efeito da canela ainda não foram testadas, assim como a sua tolerabilidade a longo prazo e segurança, no entanto, os efeitos a curto prazo do consumo de canela, como suplemento alimentar, por pacientes com diabetes do tipo 2 parecem promissores. As duas gramas de canela administradas neste estudo foram consideradas seguras e bem toleradas ao longo das 12 semanas de tratamento.
Neste estudo 58 voluntários com diabetes do tipo 2, com uma média de 55 anos de idade, tomaram diariamente um suplemento com dosagem de duas gramas de canela (Cinnamomum cassia), ou placebo, durante 12 semanas. Após este período foi verificado que a toma de canela como suplemento alimentar estava associada à diminuição da pressão sanguínea sistólica e diastólica de 3,4 e 5,0 mmHg, respectivamente, enquanto que no grupo placebo não foram verificadas reduções significativas.
No que diz respeito aos teores de açúcar no sangue, os investigadores verificaram uma redução nos níveis de hemoglobina glicosilada (usada para medir os níveis de açúcar no sangue) de 8,22 para 7,86% no grupo que tomou canela em oposição a um respectivo aumento verificado no grupo que tomou placebo (de 8,55 para 8,68).
Os autores desta investigação realçaram também que este é o primeiro ensaio clínico no Reino Unido que é efectuado numa população de várias etnias e que o mesmo revelou efeitos benéficos com a toma de 2g de canela na hemoglobina glicosilada e na pressão sanguínea em pacientes com diabetes do tipo 2.
Este estudo vem reforçar o número crescente de relatórios de investigações que têm revelado que os compostos activos na canela podem melhorar os parâmetros associados à diabetes, sendo a sua toma como suplemento alimentar efectivamente benéfica na prevenção do desenvolvimento de diabetes e na melhoria do metabolismo da glicose.
Fontes: Celeiro 
Diabetic Medicine
Published online ahead of print, doi: 10.1111/j.1464-5491.2010.03079
“Glycated haemoglobin and blood pressure-lowering effect of cinnamon in multi-ethnic Type 2 diabetic patients in the UK: a randomized, placebo-controlled, double-blind clinical trial”
Authors: R. Akilen, A. Tsiami, D. Devendra, N. Robinson