Avançar para o conteúdo principal

A nossa Vermelha Cereja!

Nesta altura do ano, quando se incia o verão Europeu, as cerejas são um dos frutos vermelhos mais abundante em Portugal. De um vermelho vivo, encarnado, doces, refrescantes e gulosas, sim gulosas, este é o termo usado, pois é impossível comer uma só. Não é sem razão, que por cá existe o provérbio popular “as conversas são como as cerejas, ou seja, quanto mais se tem, mais se quer, não acabam… ainda bem”. E, é verdade, quando se começa a comê-las e difícil parar. O melhor é tirá-las de perto dos olhos e das mão! rrrsss

DESCRIÇÃO BOTÂNICA
A cerejeira é uma planta arbórea, que produz frutos pequenos, arredondados, de coloração variável do  quase incolor com traços amarelos ao vermelho escuro.
A cerejeira é uma planta cujo cultivo deve ser realizado em regiões frias, visto que os cultivares mais importantes necessitam de 800 a 1000 horas de frio para produzirem satisfatoriamente. Com ideais, são considerados aquelas áreas com invernos frios e chuvosos e verões secos e amenos.
Cerejeira é o nome dado a várias espécies de árvores, algumas frutíferas, outras produtoras de madeira nobre. Estas árvores classificam-se no sub-género Cerasus incluído no géneroPrunus (Rosaceae). Os frutos da cerejeira são conhecidos como cerejas, algumas delas comestíveis. A cerejeira foi introduzida na Europa, sendo que é uma planta originária da Ásia.
As cerejas são frutos pequenos e arredondados que podem apresentar várias cores, sendo o vermelho a mais comum entre as variedades comestíveis. A cereja-doce, de polpa macia e suculenta, é servida ao natural, como sobremesa. A cereja-ácida ou ginja, de polpa bem mais firme, é usada na fabricação de conservas, compotas e bebidas licorosas, como o Kirsch, oCherry e o Marasquino.

ORIGEM
A cerejeira é uma planta originária da Ásia, foi introduzida acerca de 20 séculos na Europa

COMPOSIÇÃO
100 g contêm, em média:
Glicídios (g) ...................................................22
Proteínas (g)................................................... 1
Lipídios (g)...................................................... 0
Fibras alimentares (g)................................... 2
Vitaminas Vitamina A1 (mg)...................... 10
Vitamina B1 (mg) .........................................50
Vitamina B2 (mg)......................................... 10
Vitamina B3 (mg) ...........................................0
Vitamina C (mg) ...........................................15
Minerais Sódio (mg)..................................... 46
Potássio (mg) ..............................................324
Cálcio (mg).................................................... 40
Fósforo (mg)................................................. 30
Ferro (mg) ......................................................1
Conteúdo energético (kcal) ........................96

PROPRIEDADES E INDICAÇÃO PARA A SAÚDE
Nutricional: Uma chávena/xícara de cerejas doces picadas contém cerca de 140 calorias, 20 mg de vitamina C e 500mg de potássio. Quando em conserva, estes nutrientes são reduzidos.
É alcalinizante, remineralizante e eficaz contra a arteriosclerose. É muito depurativa, diurética, anti-reumática, eleva as defesas, sedativo nervoso, laxativo, regulador gástrico.
O óleo que se extrai ao comprimir a semente foi tradicionalmente usado para o reumatismo
A vitamina A que lhe dá a cor característica torna boa para a visão.

Contra o cancro/câncer
O ácido elágico, um fitoquímico com propriedades antioxidantes que está presente na cereja, inibe o desenvolvimento e reprodução de células cancerígenas.

Adelgaçantes/Emagrecedor
Devido ao seu poder saciante, aliado a muito poucas calorias per capita, as cerejas desempenham um papel protagonista quando o objectivo é perder peso. Cerca de oitenta e cinco por cento do corpo da cereja é composto por água e as suas propriedades depurativas ajudam a eliminar toxinas.
As fibras e o potássio favorecem uma boa circulação intestinal, assegurando a drenagem do sistema digestivo. E não só os adeptos de dietas que beneficiam ao comerem cerejas: os hipertensos e pessoas com problemas cardíacos e renais só têm a ganhar se os imitarem...

Pele saudável
Por ser detentora de betacaroteno, a cereja ajuda a manter os tecidos cutâneos protegidos, defendendo-os das agressões externas. Aliás, os próprios «pés» deste fruto são utilizados como «ingredientes» em fórmulas cosméticas anti-envelhecimento.

Fruto da juventude
Os bioflavonóides impedem a degeneração celular e o elevado índice de minerais existente na cereja funciona como uma arma contra as marcas da idade, combatendo a desmineralização óssea e as queixas associadas à menopausa.


PRECAUÇÕES
A cereja é rica em tanino e se consumida em excesso (mais de 300g por dia) pode provocar lesões estomacais. Folhas, hastes e sementes são tóxicas e podem causar falta de ar, dilatação das pupilas e convulsões.

HIGIENIZAÇÃO DO FRUTO
Para lavar, coloque o fruto numa mistura de 1 litro de água e 1 colher de lixivia/hipoclorito de sódio. Espere 5 minutos, enxágue e seque bem antes de armazená-lo. Assim você diminuirá o risco de contaminação por bactérias.

Fonte: Plantas Medicinais
Sapo Mulher
Obs.: Informações e orientações gerais. Ante de qualquer tratamento e para um melhor diagnóstico procure um profissional de saúde.

Comentários

  1. Boa tarde minha querida Sil! Ainda bem que você existe…!
    Amei este port, eu adoro cereja e já estava sofrer porque aquele médico doido disse que eu não podia comer cerejas…Com estas informações fantásticas sei que posso comer cerejas sim.
    Obrigada por partilhar assuntos que muito me interessa! Parabéns!
    Beijinhos
    Maria

    ResponderEliminar

Enviar um comentário