Avançar para o conteúdo principal

Petição Contra a Fome na Somália

Recebi este comunicado por email  e divulgo, como forma de ajudar a acabar com o grande flagelo da fome na Somália. É um gesto pequenino, mas, as vezes, um pequenino gesto pode fazer toda a diferença entre a vida e a morte. Colabore através da divulgação e assinatura da petição. Eu já assinei!! Segue íntegra da mensagem.
Caros amigos, 



Mais de 2.000 pessoas estão morrendo por dia na Somália, em uma onda de fome que ameaça matar de inanição mais de onze milhões de pessoas. Conflitos entre o regime somaliano do Al-Shabaab e as lideranças mundiais têm bloqueado a ajuda humanitária que poderia dar fim à fome. Porém, alguns países de destaque têm o poder de mediar um acordo para acabar com o sofrimento. Assine a petição urgente por uma trégua humanitária e divulgue-a a todos os seus contatos:

Atualmente, mais de 2.000 pessoas estão morrendo por dia na Somália, em uma onda de fome que ameaça matar de inanição onze milhões de pessoas. A seca devastou essa região, mas o que sustenta a crise alimentar é, na verdade, a total ruína do país em termos de administração pública e diplomacia, e nós podemos dar fim a essa situação.
A área atingida pela fome é governada pelo Al-Shabaab, regime islâmico ligado a grupos terroristas. O isolamento e os conflitos entre o Al-Shabaab, outros líderes locais e a comunidade internacional têm bloqueado grande parte da ajuda humanitária e comércio que poderiam dar fim à fome. Porém, alguns países de destaque, entre eles os Emirados Árabes Unidos, ainda mantêm relações comerciais com o Al-Shabaab. Eles têm uma oportunidade de mediar um acordo com o regime e romper o impasse que ameaça a sobrevivência de milhões de indivíduos.
Não podemos deixar a política da guerra ao terror tirar a vida de mais vidas inocentes. É hora de a comunidade internacional e o Al-Shabaab chegarem a um acordo para levar alimentos imediatamente ao povo sofrido da Somália. O Conselho de Segurança da ONU se reunirá dentro de alguns dias. Vamos exigir que o Conselho tome providências imediatas para apoiar nações árabes de destaque em seus esforços de iniciar negociações com o Al-Shabaab visando a uma cooperação para acabar com a fome e aproveitar esta chance de uma solução política duradoura:
http://www.avaaz.org/po/somalia_stop_the_famine_unsc/?vl
O governo da Somália foi destruído em 2006 por uma invasão apoiada pelos Estados Unidos, que temiam o extremismo islâmico. Mas o tiro saiu pela culatra. Desde então, outros grupos radicais como o Al-Shabaab assumiram o poder e barbarizaram a maior parte da Somália, e a comunidade internacional tem sustentado um governo corrupto cujo controle é limitado a partes da capital. As políticas de isolamento, invasão e pressão na guerra ao terror não têm ajudado ninguém, e agora milhares de somalianos estão morrendo diariamente. É hora de uma nova estratégia.
Os Estados Unidos já tomaram a iniciativa de tentar resolver a crise, atenuando leis antiterrorismo que impediam que a ajuda humanitária chegasse ao povo somaliano na região do Al-Shabaab. Enquanto isso, há crescentes rupturas dentro dos grupos insurgentes, e algumas lideranças estão dispostas a permitirem a entrada de ajuda humanitária. Isso, porém, não é suficiente para derrubar o muro em volta daqueles que mais foram atingidos pela fome. Somente uma diplomacia arrojada terá condições de acesso a todas as partes principais do conflito para garantir que a ajuda humanitária chegue com segurança às centenas de milhares de famílias desesperadas.
Uma das maiores fontes de renda do Al-Shabaab vem do corte de madeira da acácia para fazer carvão vegetal, que é então exportado ilegalmente sobretudo para os Emirados Árabes Unidos e outros países do Golfo. Esses países poderiam usar seus laços econômicos com o Al-Shabaab para fazer pressão e ter um papel diplomático crucial, garantindo o acesso à ajuda humanitária em áreas atingidas pela onda de fome.
Precisamos urgentemente de um novo rumo para a Somália. Vamos pedir ao Conselho de Segurança da ONU apoio a países do Golfo de destaque que queiram liderar os esforços de mediação a fim de garantir que os somalianos que morrem atrás do muro do Al-Shabaab tenham acesso a alimentos que poderão salvar vidas e a serviços de saúde para si e seus filhos famintos. Assine agora mesmo e divulgue amplamente esta campanha:
http://www.avaaz.org/po/somalia_stop_the_famine_unsc/?vl
Juntos, os membros da Avaaz já garantiram a entrega de ajuda humanitária crucial em Mianmar, no Haiti e no Paquistão na sequência de calamidades naturais, salvando milhares de vidas. Agora, enquanto o mundo assiste chocado e horrorizado a imagens desoladoras de crianças morrendo, podemos reivindicar que países de destaque demonstrem a liderança de que o povo somaliano urgentemente precisa. Vamos nos unir já para ajudar a dar fim à tragédia na Somália.
Com esperança e determinação,
Luis, Stephanie, Maria Paz, Emma, Ricken, Giulia, Iain e toda a equipe da Avaaz
FONTES
Conflito na Somália ameaça ajuda aos refugiados da fome (Terra)
http://noticias.terra.com.br/mundo/noticias/0,,OI5278025-EI17615,00-Conflito+na+Somalia+ameaca+ajuda+aos+refugiados+da+fome.html
Fome na Somália leva Unicef a pedir ajuda internacional (Jornal do Brasil)
http://www.jb.com.br/internacional/noticias/2011/08/02/fome-na-somalia-leva-unicef-a-pedir-ajuda-internacional/
ONU declara crise de fome em mais três áreas da Somália (iG Último Seguro)
http://ultimosegundo.ig.com.br/mundo/onu+declara+crise+de+fome+em+mais+tres+areas+da+somalia/n1597115328422.html
Graziano reconhece dificuldade em garantir ajuda à Somália (Folha.com)
http://www1.folha.uol.com.br/mundo/954189-graziano-reconhece-dificuldade-em-garantir-ajuda-a-somalia.shtml
Grupo islâmico impede fuga da Somália (Estadão)
http://www.estadao.com.br/noticias/impresso,grupo-islamico-impede-fuga-da-somalia,753504,0.htm
A mortalidade infantil na Somália (Luis Nassif Online)
http://advivo.com.br/blog/luisnassif/a-mortalidade-infantil-na-somalia

Comentários