Avançar para o conteúdo principal

Dia Mundial da Alimentação - Como comem os portugueses?

No dia dedicado mundialmente a alimentação um artigo sobre o estudo realizado pelo Instituto Nacional de Estatística de Portugal a respeito da realidade alimentar da população portuguesa. 
Como comem os portugueses?
Comem duas vezes mais carne, óleos e gorduras do que o recomendado; têm um défice de consumo de produtos hortícolas de 79% e deviam comer o dobro dos frutos. O estudo mais recente sobre alimentação em Portugal indica que 51% da população adulta tem excesso de peso.
Clique na imagem para aumentar
 As leis da economia mostram que quando há menos dinheiro no bolso, a tendência é para se gastar menos. E os dados do Instituto Nacional de Estatística (INE) comprovam-no. A despesa anual média dos portugueses com a alimentação entre março de 2010 e março de 2011 representou 13,3% do salário anual médio, uma descida de 5,4% face a 2000....
A análise do Instituto Nacional de Estatística mostra que a dieta nacional não se faz apenas de preferências. Existem fatores como o preço que inferem diretamente nas decisões. A falta de matéria-prima na indústria transformadora de laticínios na União Europeia em 2007 e 2008, por exemplo, fez aumentar o preço da produção de leite na ordem dos 11 a 15%, o que levou ao aumento do preço dos produtos e à consequente retração no consumo de queijo e iogurtes – menos 2% e 4%, respetivamente... 
O estudo publicado pelo INE em 2010 sobre a Balança Alimentar dos Portugueses é o mais recente e pinta um cenário negro da alimentação em Portugal. Compara os hábitos alimentares do novo século com os da década de 90 e conclui que a “dieta portuguesa tem-se vindo progressivamente a afastar dos princípios da variedade, equilíbrio e moderação.” 
Curiosidade: Cada vez mais os cereais substituem as raízes e os tubérculos na dieta nacional. Portugal é o maior consumidor de arroz da Europa com uma capitação de 17,3kg/ano.

Comentários