Avançar para o conteúdo principal

Farinha de limão - os benefícios da casca do limão

Propriedades da casca do limão:
A casca do limão (todas as variedades) possui grande poder nutricional e terapêutico.
É na casca do limão que se encontra a maior parte da Vitamina C do limão (sumo 40 mg/100g - casca 150 mg/100g). Nela encontramos a Citrina (Vitamina P), uma família de vitaminas que agem em conjunto com a vitamina C cuidando da qualidade e vitalidade das membranas celulares. Nas cascas do limão encontramos farta e qualitativa concentração de óleos essenciais monoterpênicos, entre eles o d-limoneno, já reconhecido como um quimioterápico natural, além de um forte estimulante da circulação periférica. Na casca do limão temos a melhor pectina do mundo, uma fibra muito importante nos processos de limpeza e desintoxicação.
Por isso vamos deixar de jogar fora as cascas de limão, certo?

Benefícios e indicações para o uso da farinha de limão
- Rico em pectina, importante fibra no processo de desintoxicação do organismo;
- Combate da insónia, enxaqueca e problemas respiratórios; 
- Ajuda no combate a ansiedade e depressão; 
- Auxilia no controle de acido úrico e a prevenir o cancro/cancêr;
- Modula a curva da glicemia, sendo indicada para diabéticos; 
- Fonte de vitaminas e fibras para o organismo
Como preparar a farinha
Higienize bem os limões antes de usá-los.
Corte os limões pela metade e esprema seu sumo para o preparo dos sumos desintoxicantes, limonadas, marinadas, molhos, etc.
Os limões já espremidos - as cascas - devem ser imediatamente bem lavadas (a parte interna) em uma bacia com água limpa para eliminar resíduos do sumo e deixadas emborcadas num escorredor (uns 10 minutos) para drenar a água em excesso.
Triture no liquidificador as cascas dos limões (as metades, depois de esprimidos) de cada vez. 

Atenção: Não acrescente água.
Derrame as cascas trituradas sobre um pirex ou porcelana.
Cubra com um tecido de filó e prenda as laterais com 4 molas limpas e de plástico (madeira tem fungo).
Leve para desidratar ao sol de preferência
Mexa a cada 1 hora para acelerar a secagem. Se o dia estiver bem ensolarado a secagem será rápida: 2 a 4 horas.
Opcionalmente,  a farinha pode ser preparada em forno mínimo (deixe a porta do forno levemente entreaberta para garantir que não haja super aquecimento), revolvendo sempre para evitar que queime no fundo e laterais. Se queimar jogue fora porque perdeu os principais valores terapêuticos.
Após seca deixe arrefecer.
Passe, novamente, pelo liquidificador até obter uma farinha mais fina.
Peneire e armazene a farinha obtida num frasco (ideal de vidro escuro) com tampa.

Mantenha em local fresco e sua validade será de 6 meses.
Como usar?
Use 1 colher (chá)/porção no preparo dos sumos desintoxicantes, chás, lanches e sopas. Pode ser usada a mesma medida no preparo de batidos/vitaminas.
Esta farinha poderá enriquecer o preparo do arroz, massas, ensopados e feijão, conferindo maior digestibilidade, além de evitar gases. Para tanto, basta colocar 1 colher (chá) da farinha de limão / chávena/xícara (chá) do alimento, porém somente após finalizado o preparo da receita, justamente para evitar as perdas por aquecimento.
Esta farinha pode ser usada também no preparo de bolos e pães (1 colher de sopa/chávena ou xícara de farinha). Entretanto, seu diferencial será somente pelo elevado teor de fibras que ela contém.
Importante: esta farinha é muito forte, sendo riquíssima em monoterpenos (d-limoneno), fibras como a pectina e a celulose, citrinas (vitamina P) e sais minerais. 

Não deve consumir mais que 3 colheres (chá)/dia.
Fonte: Somo todos um
Livro O poder de cura do limão – Um guia de medicina caseira - Conceição Trucom - Editora Alaúdeque
Víddeos explicativos do preparo da farinha de limão


Obs.: Recomendações gerais. Para um diagnóstico e tratamento individualizado procure um  profissional de nutrição/saúde.