Avançar para o conteúdo principal

Alimentação ecologicamente sustentável: Leite X Soja

Fala-se muito, hoje, na retirada desse e daquele alimento da nossas dieta quer seja, por causar alguma alergia, intolerância (onde de fato é necessário a retirada do alimento), pela forma como é produzido ou por levar a algum dano aos animais e a Terra. 
Há os que defendem que os humanos não necessitam de leite e que a sua produção causa graves problemas ambientais, porém, sabemos que o leite é um dos alimento mais antigos a compor a alimentação do homem e do qual ele se utiliza para obter a sua principal fonte de cálcio alimentar.
Se alguém não consome leite, obviamente, não consome seus derivados, queijo, iogurte, natas, etc., e os procuram substituir pelos batidos (leites) de vegetais, sendo o de soja o mais conhecido e usado. Ora bem, para os defensores das vacas, da natureza e do bem estar do planeta Terra, usar soja em substituição ao leite não é, totalmente, viável, pois o cultivo da soja gera o processo de desmatamento com  desenvolvimento destrutivo e ameaças sérias ao meio ambiente. (O cultivo da soja como ameaça para o meio ambiente)
Não estou a querer defender o uso ou não do leite ou da soja, mas apresentar as controvérsias dos que impõem as bandeiras da radicalização tendo como pano de fundo interesses outros que não sejam apenas a boa e equilibrada alimentação.
Se os humanos não necessitam de usar o leite de vaca, pois este é feito para os bezerros, também não necessitam de comer soja, como bebida, carne, tufo e outros produtos de soja industrializados cujo processamento leva outras substância e não só o grão.
O leite de vaca não foi feito para o homem, assim como a soja e tantos outros alimentos que, hoje, consumimos por conta da nossa evolução, por conta da importância de suprimos as nossas necessidades nutricionais. 
Se deixarmos de ingerir leite estamos fadados a deixarmos de consumir soja e tantos outros alimentos que hoje compõem a nossa alimentação diária.
Não devemos esquecer que fazemos parte de uma cadeia alimentar, onde somos consumidores que incluem na sua alimentação seres autotrófico (como a batata, soja etc.) e seres herbívoros como a vaca e o leite que ela produz. No final desta cadeia também nós seremos alimento para as bactérias decompositoras.
Embora exista uma ideia generalizada dos benefícios e males do leite e da soja cabe, a cada um, perceber o que é melhor para a sua nutrição, levando em conta que um consumo informado e responsável advém da escolha de alimentos onde a sua produção contribua para um alimentação saudável e ecologicamente sustentável.
Silvelita Metelo
Nutricionista
Para saber mais
O Futuro da Alimentação: Ambiente, Saúde e Economia (Fundação Calouste Gulbenkian-Portugal)
Sistema de produção sustentável (Embrapa-Brasil)