Avançar para o conteúdo principal

ORIENTAÇÕES NUTRICIONAIS PARA CRIANÇAS MENORES DE 2 ANOS

Para as mamães, principalmente, as de primeira viagem que têm imensas dúvidas a cerca da alimentação do seu bebé.

Orientações nutricionais para crianças menores de 2 anos 

#Leite materno até 6 meses, sem oferecer água chá ou quaisquer outros alimentos. A partir dos 6 meses introduzir de forma lenta e gradual outros alimentos e manter o leite materno até 2 anos de idade ou mais.

#Após 6 meses dar alimentos complementares (cereais, carnes, leguminosas, frutas, legumes) 3 vezes ao dia se a criança estiver a receber leite materno, 5 vezes, se estiver desmamada. Iniciar com papas, purés até a consistência da família. Oferecer com colher.

#As primeiras papas devem ser dadas após os 6 meses e sem glúten (composto proteico), porque pode desencadear intolerância em crianças com doença celíaca.

#A alimentação deve sempre respeitar a vontade da criança, sem rigidez de horários.

#O risco do bebé ter uma reacção alérgica aos alimentos é menor a partir dos 6 meses, sendo preferível esperar até então para introduzir sólidos, especialmente se existe um historial de alergias na família.

#Os novos alimentos devem ser introduzidos um de cada vez e com o intervalo de três dias, para poder verificar alguma alergia e para o bebé se acostumar ao novo sabor.

#Até um ano de vida não deve ser dado ao bebé leite de vaca e sopa com sal porque os rins ainda não estão maduros. Alimentos com açúcar também devem ser evitados porque pode potenciar diabetes, obesidade e cáries. O sal e açúcar existente nos alimentos são suficientes.


Introdução de alimentos na sopa

Até aos 4 - 6 meses as refeições devem ser só de leite.

#Aos 6 meses introduzir sopa de legumes ao almoço e jantar feita com batata e cenoura e depois introduzir progressivamente de 3 em 3 dias aos ingredientes anteriores usados a cebola, alho, alface, salsa, couve-flor, brócolos, feijão verde, agrião, nabo, alho francês, …etc. A ordem de introdução é arbitrária. Depois da sopa feita pode-se adicionar pouco azeite. As restantes refeições são de leite.

#Aos 6 meses e meio após a sopa podem comer fruta crua esmagada, ralada ou raspada (banana, maçã e pêra). Pode iniciar uma papa em horário diferente da sopa. As restantes refeições são de leite.

#Aos 7 meses introduzir carnes brancas em pequena porção (frango, pato, peru, borrego) cozidas à parte, misturar depois e moer tudo junto. Pode comer a fruta a seguir, excepto morangos e citrinos.

#Aos 8 meses introduzir carnes vermelhas na sopa (porco, vaca).

#Aos 9 meses introduzir peixe no puré de legumes. Pode comer ¼ de gema de ovo por semana. Iniciar iogurtes naturais com leite adaptado.

#Aos 10 meses introduzir na sopa leguminosas secas (feijão, grão, ervilha) bem demolhadas, couve e arroz.

#Aos 12 meses pode comer as refeições da restante família mas, deve evitar refogados, picantes, fritos, doces e salgados.

#Até um ano de vida não deve ser dado a criança leite de vaca e sopa com sal porque os rins ainda não estão maduros. Alimentos com açúcar devem ser evitados porque pode potenciar diabetes, obesidade e cáries.

#Com um ano o bebé já tem capacidades para digerir a maioria dos alimentos ingeridos pela restante família. Se o bebé aceitar com alguma dificuldade os sabores novos, não deve forçar. As crianças são muito mais sensíveis no paladar do que os adultos.

#Os lanches devem ser saudáveis, equilibrados, saborosos e próprios para a idade.

#Oferecer água à criança nos intervalos das refeições.

# O apetite na infância pode ser irregular, variando de um dia para o outro.

#Colocar uma alimentação com aspecto apetecível e criar um bom ambiente na hora da refeição pode influenciar as crianças a aceitarem melhor os novos alimentos e sabores.

"Ensinar a criança a comer de forma sadia é um belo presente que os pais podem oferecer, pois assim ela vai crescer melhor e ser um adulto mais saudável." S.M.
Imagem: photobucket