Avançar para o conteúdo principal

Digestão saudável

Imagem: fotolia

Ter um sistema digestivo íntegro é muito importantes para a saúde do organismo todo. Ele colaborai,  e muito para a nossa saúde. Com uma digestão saudável, temos uma boa nutrição, já que é através do processo da digestão que os nutrientes que ingerimos passam para a corrente sanguínea chegam às células para realizar seus trabalhos. Quando estamos bem nutridos, diminuímos bastante a chance de desenvolvermos doenças, melhoramos o nosso raciocínio e temos mais energia para as atividades do dia-a-dia quando nosso trato digestivo funciona de forma saudável.

O que significa digerir bem os alimentos?


Significa transformar através de ações químicas e físicas os alimentos que ingerimos em compostos que poderão ser aproveitados (absorvidos) pelo organismo, como as vitaminas, minerais, aminoácidos, etc. 


Alguns fatores importantes para uma boa digestão


Beber água em quantidade adequada


Fator imprescindível para uma boa digestão. Um copo ao acordar, um antes e após cada refeição e um antes de dormir pode fazer modificações incríveis no nosso organismo


Fibras aliadas da boa digestão


Fibras, indiscutivelmente são a palavra de ordem quando o assunto é saúde digestiva. Mas, afinal, o que são fibras? Fibras são as paredes celulares dos vegetais, dai se conclui que as fontes de fibras são aqueles alimentos de origem vegetal tais como folhas, legumes, frutas, cereais integrais (arroz integral, trigo integral e seus derivados, aveia, etc), leguminosas (feijões, lentilha, ervilha, grão de bico, soja, fava), oleaginosas (castanhas, nozes, amêndoas, etc) e sementes de sésamo, girassol, abóbora, linhaça.


As fibras são o alimento para as bactérias benéficas do intestino. Elas normalizam a produção de vitaminas do complexo B e K nos intestinos; fortalecem o sistema imunológico, fabricam enzimas que ajudam a desintoxicar o organismo e auxiliam na digestão e absorção dos alimentos que ingerimos.


Para manter a flora intestinal equilibrada, o consumo de alimentos probióticos é de fundamental importância para deixar o organismo em ótimo funcionamento.

Os probióticos mais conhecidos pertencem às espécies de bactérias como Lactobacillus rhamnosus, a Lactobacillus acidophilus, Bifidobacterium bifidum e Bifidobacterium longum
A inulina, o FOS (frutooligossacarídeos) e polidextrose e servem de alimento para as bactérias boas da flora.

Faça lanches leves pela manhã e a tarde


Uma das maiores dificuldades das pessoas muitas vezes é saber o que comer nos períodos entre o pequeno-almoço, almoço e jantar. Aproveite a diversidade de frutas e coma uma por dia, em cada lanche. 


Exercite-se


Os exercícios são fundamentais para o movimento peristáltico do intestino. Qualquer tipo de atividade física serve: caminhadas, corrida, academia, esportes, ida à padaria, limpeza na casa, passeio com os cães, subir escadas, etc. Evite a tentação de ficar deitado após uma refeição, pois esse hábito prejudica a digestão. 


Mastigue muito bem os alimentos


Não se apegue a quantas mastigações devem ser feitas – o importante é que a comida vire uma pasta. O estômago não “mastigará” a comida por você e, quanto menos mastigado chegar ao intestino, maior será a lentidão para digeri-lo. Se a digestão for um processo eficaz, as bactérias “ruins” da nossa flora não terão com o que se alimentar, evitando a fermentação.


Papel das enzimas digestivas


Elas auxiliam na digestão das proteínas, gorduras e hidratos de carbono. Muitas delas encontram-se nos próprios alimentos (como a bromelina no abacaxi).  Elas fazem parte do processo de degradação do alimento, digestão e absorção dos nutrientes que virão. Assim, ajudam também a desintoxicar o corpo. 


Respeite o seu corpo


Temos em determinados momentos, principalmente, em convívios a tendência a misturar diversos tipos de alimentos, com bebidas alcoólicas ou não, o que prejudica muito a digestão. Devemos está atentos a essas misturas se apresentamos algum desconforto digestivo, como por exemplo, azia, gases, empachamento, refluxo gástrico.

Estava com fome, mas ela parece ter cessado, então, não coma. Respeite a vontade de seu organismo.

Posição ao deitar


A medicina indiana afirma que deitar-se sobre o lado esquerdo após a refeição ajuda na digestão.


Imagem:google imagens