Avançar para o conteúdo principal

Nutrição quântica como ferramenta para o desperta da consciência alimentar

A palavra “quântico” vem sendo utilizada em muitos campos da ciência e possui uma conotação com o que sempre buscamos, para uma vida saudável, em todas as dimensões do ser: física, mental, energética e emocional.
Em relação a saúde percebemos que somos um ser complexo e indissociável e,  a maioria das nossas doenças não são resolvidas porque, muitas vezes, procuramos tratar apenas os sintomas e deixamos de aprofundar nas verdadeiras causas que geram o mal estar no nosso corpo físico, ou seja, deixamos de ter consciência dos factores mais profundos que estão a impedir que sejamos saudáveis como desejamos. 
A nutrição quântica, entra através de uma alimentação equilibrada quantitativa e qualitativamente, como suporte indispensável para alcançarmos a harmonia física, mental, emocional e espiritual,  A nutrição quântica engloba o ser integral e, também, colabora para um maior desperta da nossa consciência alimentar, de melhores decisões sobre as nossas escolhas em relação a nossa alimentação e nutrição.
A nutrição quântica tem como objetivos:
Uma boa oxigenação das células:
A oxigenação das células é indispensável para o bom funcionamento do organismo. As células sem oxigénio prejudicam o sistema imunológico, o sistema cardiovascular, o sono, a respiração, o sistema sanguíneo, provocando depressão, problema do mau funcionamento do intestino e tantos outros desequilíbrios orgânicos. 
Algumas medidas são indispensáveis para quem busca um bom funcionamento das células.
Primeiro, é essencial uma alimentação saudável, livre de alimentos industrializados, ricos em conservantes e aromatizantes que intoxicam o corpo. Segundo, é preciso beber muita agua para um bom transporte de nutrientes e oxigénio para as células, para a retirada das toxinas celulares, o bom transito intestinal, a prevenção da formação de cálculos renais, etc.
Praticar atividade física, ficando atento ao controle da intensidade e da frequência da respiração, também, ajuda as células a terem mais oxigenação para as funções metabólicas. 
A respiração influencia os quatro corpos: físico, mental, energético e emocional.
Tornar alcalino o pH do corpo:
O pH é o potencial  de hidrogénio, ou melhor, o nível de acidez, neutralidade ou alcalinidade de uma substância. Nosso corpo também possui um pH que varia de acordo com a temperatura e a composição das substâncias presentes em nosso organismo, tais como ácidos, metais, sais, minerais e etc. A medida do pH orgânico é essencial para a manutenção do equilíbrio da saúde física, mental, emocional e energética.
Quando a alimentação é rica em alimentos alcalinos, é facilitada a eliminação de toxinas, principalmente através dos alimentos que também são diurético, como o pepino, o aipo e o limão.
Uma dieta feita a partir de uma alimentação viva, com o consumo de alimentos crus, grãos germinados e frutos frescos e secos é essencial para alcalinizar o ph, tornando o corpo menos ácido em sua composição.
O equilíbrio corporal do potássio e do magnésio também é importante para que ocorra essa alcalinização. No organismo nenhum nutriente age sozinho. Os alimentos precisam da ação, um do outro, para ter suas funções realizadas de forma plena.
Um organismo com excesso de acidez irá diminuir sua capacidade de absorver os minerais e outros nutrientes e assim, consequentemente, diminuirá sua capacidade de reparar as células danificadas, que é o que ocorre com as células cancerosas.
Com a acidez excessiva, o organismo também não vai conseguir desintoxicar os metais pesados, tornando-se mais propicio a doenças e mais susceptível ao cansaço.
Desintoxicar as células:
Existem inúmeras toxinas que nos rodeiam e prejudicam o nosso organismo. Elas são tantas e estão por toda parte, muitas vezes, invisíveis aos nossos olhos, tais como as fragrâncias encontradas nos perfumes, cosméticos e produtos de limpeza, etc.
O nosso corpo é perfeito e sempre elimina as toxinas através da urina, da transpiração e das fezes, mas quando há excesso de elementos tóxicos, é preciso auxilia-lo com uma alimentação desintoxicante.
Uma alimentação desintoxicante elimina os metais tóxicos, a radiação acumulada, as ligas e os amalgamas, além de neutralizar parasitas, regular a intolerância alimentar e medicamentosa.
Alguns alimentos alcalinizantes e ácidos
Alcalinizantes
Abacate
Agrião
Figo
Framboesa
Laranja
Manga
Melão
Abóbora
Morango
Pêra
Pêssego
Brócolos
Tangerina
Alface
Uvas
Amoras
Beterraba
Ervilhas
Feijão-verde
Pepino
Rúcula
Cebola
Salsa
Alho
Aipo
Limão
Pimenta caiena
Gengibre
Ginseng
Azeite​
Você não precisa comer apenas alimentos da lista dos alcalinos,  mas é bom se certificar de que ingere uma boa percentagem dele, pelos motivos citados acima e por que eles são bons para o ganho de massa muscular e a perda de gordura.
Ácidos
Açúcar refinado e mascavado
Refrigerantes
Chocolates
Lacticínios
Ovos
Peixe e marisco
Carne
Bebidas alcoólicas
Café
Vinagre
Amendoim
Nozes
Manteiga/margarina
Farinhas e derivados (pão, bolos ou bolachas, por exemplo)
Lentilhas
Mostarda
Bebida de soja
Continuação de dias felizes com mais consciência alimentar
Muita amor e muita luz

Comentários